quarta-feira, 1 de novembro de 2017

A Rosa de Lutero na Praça das Orquídeas de Maripá


No dia 31 de outubro, as Comunidades da Paróquia de Maripá e a Comunidade de Linha Chapecó da Paróquia de Nova Santa Rosa celebraram os 500 anos da Reforma. Na sequência, em um evento conjunto com a Igreja Evangélica Luterana do Brasil e, na presença de autoridades civis e religiosas e da comunidade reunida, foi inaugurado o monumento da Rosa de Lutero e entregue a população maripaense através de doação. A Rosa de Lutero, considerada de grande simbologia social, cultural e histórica foi instalada na Praça das Orquídeas, com os seguintes dizeres:
Dia 31 de outubro de 1517 tem início a Reforma Luterana, desencadeada por Martin Lutero. Com base nas Sagradas Escrituras que afirmam que “O justo viverá pela fé” Rm 1.17, os reformadores e as reformadoras relacionaram a vida de fé com a vida do cotidiano. O resultado foi uma profunda reforma nas áreas da religião, educação, música, política, economia, comunicação e na compreensão das relações sociais baseadas na ética, no valor do trabalho e na responsabilidade coletiva. De maneira simples, Martin Lutero descreve esse pensamento através da ‘Rosa de Lutero’.
Na sequencia é descrita o significado da Rosa de Lutero: a CRUZ preta e vazia lembra a crucificação, morte e ressurreição de Jesus. Pois, pela fé em Jesus, que é presente e graça de Deus, as pessoas são salvas. O CORAÇÃO vermelho lembra o amor que Deus tem por toda a sua criação. Esse amor envolve as pessoas, tornando-as responsáveis pela busca de vida plena. A ROSA lembra a alegria e gratidão de viver. A cor branca simboliza a paz entre as pessoas. Assim, a fé em Jesus possibilita que cada pessoa viva com alegria, gratidão, paz e esperança. O CÍRCULO AZUL lembra que Deus está presente e continua agindo no mundo. Por isso, sinais do seu Reino podem ser vivenciados no dia a dia. O ANEL DOURADO lembra o quanto à vida é preciosa para Deus. Por esta razão, o seu amor e a sua graça não tem fim e alcançam todas as pessoas.
Depois do ato de inauguração, foi oferecido às pessoas um almoço de confraternização no pavilhão da Comunidade Evangélica de Maripá. O evento alusivo aos 500 anos da Reforma Luterana foi um marco na história das Igrejas luteranas e também do Município de Maripá.
































terça-feira, 10 de outubro de 2017

Noite do Pijama na Paróquia de Maripá

Entre os dias 06 e 07 de outubro, foi realizada a Noite do Pijama, na Comunidade de Maripá, sob a temática do Reino de Deus. Foi realizado um circuito de brincadeiras, rodízio de pizzas, sorvete, filme, louvor e apresentação musical, entre outros atrativos.
O evento contou com a participação de mais de 70 crianças e uma equipe organizadora composta pelas orientadoras do Culto Infantil, jovens, pais e mães e a equipe pastoral.













Grupo Anima em Maripá



Apresentação do Grupo Anima em Maripá - 08 de outubro de 2017
Comemorando 500 anos da Reforma Luterana







Chá das Flores - OASE de Rio Azul

Aconteceu no dia 29 de setembro de 2017, na Comunidade de Rio Azul, o Chá das Flores organizado e motivado pela OASE Sara. O encontro contou com a presença de 78 mulheres envolvidas com grupos de mulheres das Igrejas Católica, Congregacional, Luterana e de Confessionalidade Luterana.

O tema refletiu as estações do ano,comparando com o a vida das pessoas que passa por fases, aprendizados e oportunidades, como trazem as palavas das Sagradas Escrituras.

 “Enquanto o mundo existir, sempre haverá semeadura e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite” (Gn 8.22). 

 Porque eis que passou o inverno; a chuva cessou, e se foi; Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra. A figueira já deu os seus figos verdes, e as videiras em flor exalam o seu aroma; levanta-te”. 
(Cântico dos Cânticos 2.11-13)





Chá da Primavera - Homenagem às pastoras do Sínodo Rio Paraná

O Chá da Primavera, organizado pela OASE Rebeca da Comunidade de Maripá, acontece há 14 anos e tem por objetivo dar visibilidade e prestar reconhecimento honroso às pessoas que, de forma voluntária ou remunerada, ou a partir do seu engajamento e testemunho de fé e de luta, fazem da nossa sociedade, uma sociedade melhor, mais acolhedora, humana e sustentável. 
Nas primeiras cinco edições, no Chá da Primavera foram homenageadas às pessoas responsáveis pela coleta de lixo e pela limpeza de ruas e avenidas da cidade, às lideres da Pastoral da Criança, as Funcionárias do Posto de Saúde, às Professoras e os Professores da rede Estadual e Municipal da Educação, Homenagem às Presidentes do Grupo de OASE Rebeca.
Num segundo momento, Homenagem aos Presidentes da Comunidade Evangélica de Maripá, as Pastoras e aos Pastores que atuaram na Paróquia de Maripá, deferência às Pessoas com Deficiência, homenagem aquelas pessoas que atuaram como Presidentes da Comunidade Evangélica de Maripá  e o Jubileu de Prata do Grupo de Idosos Verdes Campos.
E, nos últimos cinco anos, consagração ao Jubileu de Ouro do Coral Evangélico de Maripá, Celebração pelos 37 anos de Encontros de Comunhão entre as mulheres da Liga de Mulheres Católicas, das Servas de Cristo da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, do Grupo de Mulheres da Congregacional e da OASE Rebeca. Homenagem às Pessoas Profissionais Maripaenses da Fotografia, às Pessoas que foram Orientadoras e Orientadores do Culto Infantil na Comunidade de Maripá e, hoje, 09 de setembro, um tributo à dedicação e atuação das Ministras do Sínodo Rio Parará, no ano em que celebramos 500 anos da Reforma Luterana.

A visualização e o reconhecimento da atuação dessas pessoas são importantes porque empoderam e motivam outras pessoas para o serviço cristão e o engajamento por vida digna. È uma afirmativa de que vale a pena viver e servir por amor, a partir do voluntariado ou mesmo, dentro da própria profissão.

É no caminho -  Pa. Lola
É no caminho
Que se forja o caminho
É de mãos dadas
Que se forja a confiança
A segurança
É nadando
Que se aprende a nadar
É na luta
Que se aprende a lutar
E é errando
Que se aprende a acertar.
É vivendo
Que se aprende a viver.
É no caminho...


Confira alguns momentos registrados pela fotógrafa Sandra Moreira.

Presidente da OASE Rebeca de Maripá Sra. Lenir Blodorn



Coral Evangélico de Maripá






Da esquerda para a direita: Dione, Irmgard, Ester, Andreia, Nilva, Eliana e Nádia